Treinamento de NR 35

0

Leia o artigo e descubra tudo sobre o Treinamento de NR 35

Sem dúvida, a falta de informação é a maior responsável por grande parte dos acidentes envolvendo altura, isso porque existem algumas regras que, se obedecidas, com certeza, poderiam diminuir ou, até mesmo, evitar, esses acidentes. E é disso que vamos tratar agora, da NR 35, a qual estabelece regras para trabalhos em altura.

Treinamento de NR 35

Em vigor desde 2012, a NR 35 determina os requisitos de proteção para o trabalho em altura, visando, justamente, preservar a saúde e segurança de todos os profissionais envolvidos nesse tipo de atividade. 

Cabe ao empregador:

Então, para que a NR 35 alcance seu objetivo, é fundamental que as empresas obedeçam todas as suas regras, como, por exemplo:

  • implementar critérios de proteção prescritos na NR35;
  • elaborar a Análise de Risco e, se aplicável, emitir a Permissão de Trabalho;
  • avaliar previamente as condições do ambiente de trabalho em altura para poder planejar e implantar possíveis medidas de segurança;
  • providenciar os procedimentos de proteção definidos pela NR 35;
  • oferecer informações atualizadas sobre medidas de controle e possíveis riscos;
  • garantir que qualquer atividade em altura só inicie após adotados os trâmites de proteção contidos na NR 35;
  • suspender qualquer tarefa se constatada situação de risco onde a neutralização ou eliminação imediata não seja possível;
  • garantir vigilância e monitoramento em toda atividade de risco com base nas especificidades da NR 35;
  • entre outras

Cabe aos empregados:

  • procurar se atualizar constantemente sobre as normas da NR 35;
  • seguir as normas contidas na NR 35 sobre o trabalho em altura, assim como as práticas determinadas pelo empregador;
  • velar pela sua segurança e saúde, bem como de terceiros que possam ser afetados por suas ações ou falhas no trabalho.

A importância da Capacitação

Treinamento de NR 35

Para atenuar riscos de acidentes, a empresa precisa criar um programa de capacitação dos profissionais que executarão as atividades em altura, devendo obedecer às seguintes regras: 

  • o curso deve ser teórico e prático, com carga horária mínima de oito horas;
  • a capacitação deve ser reciclada a cada dois anos, ou menos, dependendo das condições de risco;
  • os instrutores precisam ter experiência e conhecimento comprovados;
  • a aula precisa ser acompanhada por um representante da segurança do trabalho, garantindo que sejam abordados todos os temas relevantes;
  • após a finalização do treinamento, o trabalhador deve receber um certificado de conclusão.

O curso de NR35 deve incluir o seguinte conteúdo:

  • normas e EPIs para o trabalho em altura;
  • sistemas e procedimentos de proteção individual e coletiva;
  • análise de risco e situações de impedimento;
  • riscos potenciais e medidas de controle e prevenção;
  • acidentes típicos em trabalho em altura;
  • ações de emergência, métodos de resgate e primeiros socorros.

Prevenção ensinada no Treinamento de NR 35

Certamente, o objetivo da NR35 é, basicamente, o de prevenir e, dessa forma, evitar possíveis acidentes, para isso, no entanto,  a empresa precisa adotar:

  • medidas preventivas, visando extinguir o risco de queda;
  • procedimentos para diminuir os efeitos da queda;
  • Garantir que toda atividade executada em altura seja supervisionada.

No mais, vale ressaltar que se seguidas as regras da NR35, com certeza, acidentes serão cada vez mais raros, por isso, a importância de se capacitar, investir em cursos e treinamentos.

EPIs essenciais para trabalho em altura

Como não poderia deixar de ser, o uso de equipamentos adequados também faz parte da NR 35, pois são ferramentas fundamentais para diminuir a frequência de acidentes no ambiente de trabalho. 

A lei determina que as empresas são obrigadas a oferecer aos profissionais os equipamentos adequados à atividade a ser exercida, além dos básicos como capacete com jugular, luvas, óculos de segurança, botas, podem ser incluídos também itens como:

  • ascensores e descensores;
  • cinto de segurança;
  • cordas;
  • escadas;
  • guinchos;
  • linhas de vida fixa ou móvel;
  • mosquetões;
  • trava quedas para corda, cabo de aço e corda;
  • entre outros.

Treinamento de NR 35 : Conclusão

A capacitação e o treinamento de NR 35 é indispensável para quem vai trabalhar em altura. Portanto, é de suma importância se profissionalizar!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site de Cursos Online utiliza cookies de acordo com sua Politica de Privacidade, e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais